sexta-feira, 16 de agosto de 2013

Semana da Família

A família é Sagrada porque é uma instituição divina. Ela é o Projeto básico que Deus quis para a existência da humanidade. Se ela for destruída ou desfigurada, o mundo também o será inexoravelmente.

De 11 a 17 de Agosto de 2013 acontecerá em todas as dioceses do Brasil a Semana da Família, cujo tema nesse ano é “A Transmissão e educação da fé cristã na família”.

É fundamental que todas as Paróquias, Movimentos, Pastorais, Escolas católicas, Comunidades Católicas, mídias católicas, etc., deem a maior ênfase possível a esta grande Semana em defesa da família, hoje tão ameaçada com os antivalores cristãos.

É um momento oportuno para se meditar sobre a importância fundamental da família, conforme a vontade de Deus, a base de toda a humanidade, nascida do matrimônio cristão, exclusivamente, entre um homem e uma mulher (cf. Gn 1,26; 2;23-24). Há ameaças terríveis querendo destruir a família como Deus a instituiu. E as crianças em muitas escolas estão sendo deseducadas sexualmente, moralmente e afetivamente sem que muitos pais percebam isso. O movimento homossexual se agiganta, querendo impondo seus valores não cristãos a toda a sociedade, desrespeitando e ameaçando a quem não adere. Já chamaram isso de ditadura das minorias.

A família cristã é chamada a defender a sua existência e seus valores. Já existe a ameaça de não se celebrar mais o dia dos pais e das mães sob a desculpa de que ofende os que têm duas mães ou dois pais. Ora, convenhamos, uma minoria não pode se impor sobre a maioria. O Instituto Gallup concluiu que nos EUA não há mais que 3,6% de homossexuais naquele país.

É na família que os filhos aprendem com os pais a amar a Deus e a Igreja, a oração os valores da fé; aprendem a viver as virtudes morais, a grandeza do trabalho, e ali são amadas e respeitadas com dignidade. É hora, portanto, de preparar os jovens para viver um namoro cristão, conhecendo-se mutuamente, onde a vida sexual só exista após o matrimônio.   É hora de ensinar-lhes o brilho da castidade e do respeito a vida do outro; de ensinar os jovens que não podem ter filhos antes do casamento para que as crianças não se tornem  quem sabe “órfãos de pais vivos”.
É hora de ensinar aos casais a dar ao mundo o testemunho de amor de Deus; vivendo uma vida de oração, meditação, vivência dos sacramentos, trabalhos nas pastorais. É hora de viver a fé na família conforme ensina a Igreja.
É hora de insistir com os casais sobre a grandeza da vida conjugal, imagem da Aliança de Cristo com a Igreja, mostrando-lhes o horror que significa o adultério que destrói o matrimônio e a vida dos filhos. É hora de ensinar aos casais a serem “uma só carne”, tão unidos como o café com leite que ninguém consegue separar. É hora de ensinar-lhes a serem compreensivos com os erros de cada um, sabendo dar o perdão, o carinho, a atenção e o amor ao outro.
É hora de mostrar aos casais que os filhos são a maior benção para os pais. É hora de educar os filhos como pérolas criadas a imagem de Deus e que Ele nos confia, dedicando-lhes tempo, amor, carinho e afeto. É hora de ensinar os pais a defender os filhos contra uma televisão perigosa, uma internet traiçoeira e uma mídia às vezes cruel. É hora de lembrar também aos avós, viúvos e viúvas que ainda não terminou a missão deles na família, e que hoje a atuação deles é mais importante do que nunca, para preservar os valores sadios ameaçados de destruição pelos inimigos da família.
Tudo isso, e muito mais, deve ser meditado, orado, ensinado, nesta Semana da Família. Que ninguém fuja de sua responsabilidade de cristão, de discípulo e missionário de Jesus Cristo. Se a família for destruída teremos a pior catástrofe humana.
Prof. Felipe Aquino

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Loading...