1. Liturgia

  • O Que é Liturgia?
Liturgia é, antes de tudo, AÇÃO. Ação supõe movimento. A liturgia se expressa
mediante palavras e gestos. Por isso, dizemos que a Liturgia e feita de sinais sensíveis, ou seja, sinais que chegam aos nossos sentidos (audição, tato, olfato, paladar, visão). Antigamente, fora do campo religioso, Liturgia queria dizer Ação do Povo. A igreja passou a aplicar este termo para indicar ação do povo Reunido para expressar sua Fé em Deus.
  • O que é celebrar?
Celebrar tem vários significados: festejar em massa, solenizar, honrar, exaltar, cercar de cuidado e de estima.
O ser humano é naturalmente celebrativo. As pessoas facilmente se reúnem para
celebrar aniversários, vitórias esportivas, formaturas, batizados, casamentos, funerais, etc.

  • Celebrações Litúrgicas
O que são celebrações litúrgicas? São encontros de Deus com o seu povo reunido. Esses encontros se realizam mediante algumas condições que chamamos Elementos Constitutivos da celebração litúrgica.

Os principais elementos que constituem uma celebração litúrgica
1. Assembléia: São pessoas batizadas que se reúnem para celebrar.
2. Ministros: Ministros ordenados- Bispos, Padres, Diáconos; Ministros
Instituídos – Leitores e Acólitos. Há inúmeros outros ministros não ordenados, nem
instituídos: ministros extraordinários da eucaristia, ministros da palavra, ministros
do batismo...e ministros para os vários serviços da celebração litúrgica.
3. Proclamação da Palavra de Deus: Leitura de um trecho da Bíblia, escolhido para a celebração.
4. Palavra da Igreja (Sermão Pastorial): Explicação da palavra proclamada, homilia, e orações.
5. Ações Simbólicas: Ritos e símbolos mediantes os quais os fiéis entram em
comunhão com Deus.
6. Cantos: Indispensável na celebração, os cantos expressam harmonia dos cristãos, unida pela mesma fé.
7. Espaço: Local da celebração, mas significa também ocasião para se reforçar os
laços de fraternidade, momento da organização e luta por melhores condições de
vida, e ambiente da festa humana.
8. Tempo: É a sucessão de horas do dia e da noite, e também o instante da graça de Deus: são momentos em que Deus, desde toda a eternidade, vai realizando seu
plano de salvação na história humana.
Loading...